A venda de produtos orgânicos na prática: como empreender?

A venda de produtos orgânicos pode acontecer de três diferentes formas: direta, indireta ou ambas, cada uma com suas características e particularidades. Entender como funciona o comércio de orgânicos na prática pode ser uma tarefa complicada para algumas pessoas, uma vez que há uma série de legislações e burocracias que dificultam os processos de empreendimento nesse setor.

Por outro lado, assim que entendido esses pontos, as possibilidades de crescimento na venda de produtos orgânicos crescem exponencialmente. Por isso, selecionamos as principais informações acerca do tema, começando com um apanhado sobre o comércio e produção de orgânicos.

Se te interessar, temos uma categoria inteira destinada a biologia, com curso gratuito sobre Alimentação e Nutrição que podem te ajudar nessa etapa.

O comércio e produção de orgânicos

, A venda de produtos orgânicos na prática: como empreender?

Como já adiantamos, o comércio e venda de produtos orgânicos pode ser dividida em três maneiras, de forma direta, indireta ou ambas. O primeiro passo para empreender na venda de orgânicos é definir em qual dessas etapas você se encontra e qual o papel você quer realizar neste momento: você é o produtor? você só vai vender? você é o intermediário entre um e outro?

Venda de orgânicos direta

A primeira forma de comércio de produtos orgânicos é o direto. Aquele em que a comercialização é realizada entre o produtor e o cliente diretamente, sem que haja um mediador. A saída dos produtos pode acontecer a domicílio, em feiras, na propriedade do produtor ou por encomenda.

Neste caso, não é necessário nenhum tipo de certificação oficial, motivo pelo qual a venda de produtos orgânicos de forma direta é tão comum, especialmente quando a produção não é feita em larga escala e não há investimentos significativos. Em contrapartida, é essencial que o profissional esteja junto à alguma Organização de Controle Social (OCS) – instituição capaz de fornecer resignação de produções orgânicas participativa.

O documento emitido pela OCS informa os dados do produtor e as produtos que ele comercializa, tudo no site do MAPA.

Venda de orgânicos indireta

A comercialização de produtos orgânicos indireta, por sua vez, acontece em mercados, distribuidoras e grandes redes de varejo. Nesse caso, a contato entre o produtor e cliente fica prejudicada e as informações sobre o produto podem ser perdidas. No caso da comercialização indireta, é necessária uma certificação de venda nacional concedida por uma associação do Ministério da Agricultura.

Comércio de produtos orgânicos direto e indireto

, A venda de produtos orgânicos na prática: como empreender?

Já na venda de orgânicos direta e indireta, também é necessário que haja a mesma certificação do comércio indireto, assim como uma documentação concedida pela Organização de Controle Social, a OCS.

Legislação e burocracia para quem vende orgânicos

A legislação nacional para comercialização dos produtos orgânicos, no caso do comércio indireto e misto, exige certificação por Auditoria ou Sistemas Participativos de Garantia. Além disso, as organizações certificadoras necessitam do credenciamento do Ministério da Agricultura.

Veja quais são as empresas credenciadoras com possibilidade de certificação por meio do Ministério da Agricultura.

A certificação por Auditoria acontece com autorização SisOrg por meio de instituições públicas ou privadas. Já a certificação por Sistemas Participativos de Garantia funciona como um trabalho em conjunto dos integrantes do sistema. Neste sistema, é possível que haja tanto produtores como consumidores ou técnicos.

Outra burocracia necessária é que o produtor esteja cadastrado no Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos.

Como empreender com a venda de orgânicos

, A venda de produtos orgânicos na prática: como empreender?

Agora que você sabe quais são os três modelos de comercialização e os processos burocráticos acerca deste negócio, é hora de entender as principais estratégias para empreender no setor.

Conheça seu produto

Além de encontrar a modalidade ideal para o seu caso – direta, indireta ou ambas –, o primeiro passo para empreender, em todos os casos, é conhecer melhor o produto que você está comercializando. Para isso, você pode optar por fazer um curso gratuito na nossa plataforma, com diversos cursos sobre agricultura.

Entendendo seu produto, você sabe o que está vendendo e por que seu cliente deve comprá-lo. O selo de qualidade do seu produto deve ser sua melhor propaganda.

Tenha planos de negócio

Um plano de negócio para comercialização de produtos deve conter todos os objetivos e metas – de curto a longo prazo – para seu empreendimento.

Mas como isso funciona na prática?

De maneira resumida, os planos de negócio devem abranger não somente os objetivos e metas mas, principalmente, as atividades estratégicas para atingir o sucesso almejado no começo de todo processo.

Entenda seu público-alvo

Conhecendo a local onde será realizada a venda dos produtos orgânicos, é importante saber quem serão os principais consumidores. Apesar de ser uma etapa facilmente esquecida nesse setor de negócio, trata-se de um passo muito importante para ter sucesso na sua comercialização.

Essa etapa é ainda mais fácil quando você tem contato direto com seu cliente, mas não somente nesse caso. Delimite um perfil dos principais compradores do seu produto e entenda quais são os anseios e necessidades deles: o que eles procuram, o que eles priorizam na hora de comprar um produto orgânico e o que eles acham que pode melhorar. Todas essas respostas são muito importantes na hora de empreender.

Estas três simples e breves dicas são essenciais para fazer seu empreendimento ter sucesso. Gostou das nossas dicas? Tem mais algum assunto que queira ver por aqui?

Ah! Não deixe de conferir nosso blog com mais dicas e informações importantes. Até a próxima!

, A venda de produtos orgânicos na prática: como empreender?

Formado em Administração, MBA em Logística Empresarial.  Sócio e Diretor da Unova Cursos, empresa especializada em Educação à Distância, Cursos Online. Com sede em Goiânia, fundada em 2010.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *