3 Opções de carreira para advogados na área criminal

Ao se formar em direito e selecionar sua área de atuação, são diversos os segmentos que o profissional pode atuar. Com formação em direito penal o advogado pode escolher trabalhar nos setores públicos ou privados, oferecendo não só a assessoria jurídica criminal, mas também exercendo funções importantes para sociedade.

Confira as 3 opções de carreira para advogados na área criminal:

3 Opções de carreira para advogados criminais

O direito é uma das áreas mais importantes na sociedade, pois ajuda a manter a ordem e garantir que as leis sejam aplicadas. Ser um advogado criminal contribui de forma significativa para sociedade, além disso, há algumas opções de carreira especiais em que pode atuar, sem precisar necessariamente ficar só no escritório:

Carreira criminal no setor público

Ao concluir o curso de bacharel em direito, o advogado criminalista tem a opção de iniciar a carreira pública, em que pode se especializar na área penal, no entanto, deve prestar um concurso público, provas ou títulos. Além disso, há a possibilidade de a atuação prévia ser um pré-requisito.

O principal objetivo de atuar no âmbito público é realizar a proteção dos bens jurídicos e bens dos cidadãos e sociedade, os quais são assegurados pela legislação do país, como: direito à liberdade, à vida, patrimônio e outros.

As profissões em que um do advogado criminalista pode atuar na carreira pública são: polícia civil e militar, juiz, delegado, promotor de justiça, investigador, perito criminal e defensor público.  

Carreira criminal no setor Privado

O advogado criminal também pode atuar no segmento privado, realizando a defesa dos clientes em questões relacionadas ao Direito Penal.

Alguns exemplos de situações de atuação são: delito em crime de homicídio e prisão em flagrante. O advogado pode realizar a defesa do autor ou do réu.

No caso de defesa do réu, o advogado não deve levar em consideração a culpa ou inocência do cliente diante do crime, mas realizar a defesa conforme previsto em lei.

Para atuar como advogado é necessário, além do certificado em Bacharel, ter sido aprovado na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Advocacia correspondente

O advogado criminal correspondente tem como atribuições acompanhar o cliente em depoimentos, reconstituição criminal, reuniões nas penitenciárias, entre outros.

Nessa área o advogado atua de forma remota como auxiliar em escritórios, elaborando processos judiciais, prestando assessoria jurídica, direcionando as atividades da área criminal, despacho de documentos, realizando cópias de processos ou cumprimento de diligência, entre outros.

A atuação do profissional nesse segmento é importante para melhorar os resultados em escritórios, a fim de obter agilidade, dinamicidade e qualidade. Além de promover um maior tempo para atender os clientes do escritório.

A carreira deve ser selecionada de acordo com a afinidade do advogado criminalista com o segmento, lembrando que em muitos casos é necessário realizar provas e concursos que comprovem às suas competências.

Sobre o Autor