Como funciona o Sisu?

Ainda estamos no início do ano, mas milhões de estudantes já estão de olho no maior processo seletivo do país, o Exame Nacional do Ensino Médio. O exame é porta de entrada em mais de 120 instituições de ensino público superior gratuito em todo o país. E você sabe como ocorre esse acesso? Pois então, o acesso é realizado por meio do Sistema de Seleção Unificada, também conhecido como SISU.

Mas, como a nota do Enem é usada no SISU? Confira abaixo as principais informações sobre esse processo informatizado de seleção.

O que é o Sisu?

O Sisu é um sistema do governo federal que oferta vagas em instituições públicas de todo o país a partir das notas do Enem. A seleção é feita considerando-se as notas obtidas na última edição do exame, no caso, o próximo Sisu considerará as notas obtidas no Enem 2019. Esse sistema é gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC), e anteriormente ao período de inscrições, as vagas são disponibilizadas para que os candidatos tenham conhecimento de quais cursos estão sendo ofertados, e quais as universidades estão com vagas disponíveis. Vale mencionar que o Sisu é diferente do Programa Universidade Para Todos (Prouni), no qual os candidatos concorrem a bolsas parciais e integrais em instituições de ensino particular.

Como fazer para participar do processo de seleção pelo Sisu?

O primeiro passo para participar do Sisu é ter se inscrito e fazer a prova do Enem 2019. Para isso, é importante ficar atento aos prazos, pois o cronograma do Enem 2019 já foi publicado. Os candidatos terão de 1 a 10 de abril para solicitar a isenção da taxa de inscrição e/ou justificar a ausência no processo seletivo de 2018. Na sequência, de 6 a 17 de maio, os candidatos deverão efetuar suas inscrições no Enem 2019.

Uma vez divulgadas as notas do exame, a ocorrer em janeiro de 2020, o candidato estará apto a se inscrever no Sisu. O acesso deverá ser feito no site do Sisu informando o número de inscrição e a senha cadastrada no ato da inscrição do Enem. Por isso é importante guardar bem a senha, pois ela será necessária em outros momentos.

Uma vez realizado o acesso no site, é possível escolher, por ordem de preferência, até 2 opções de curso, turno e modalidade de concorrência nas diversas instituições de ensino que participam do processo de seleção. No ato da inscrição, também, o candidato deve manifestar se deseja concorrer às vagas destinadas a políticas afirmativas (cotas) ou às vagas de ampla concorrência. Vale a pena dar uma olhada nas notas de cortes do curso desejado em anos anteriores para verificar em qual modalidade as notas têm sido menores. Isso porque a nota de corte é muito influencia pelo número de vagas destinado. Enquanto as inscrições estiverem abertas, o candidato pode alterar as opções de curso, de tal modo que será considerada a última inscrição confirmada de fato no sistema.

Como ocorre a seleção dos candidatos no Sisu?

Na semana seguinte às inscrições no sistema, é divulgado o resultado oficial do Sisu, contendo a relação de candidatos aprovados em primeira chamada. Esse resultado depende da classificação do candidato em cada curso, de acordo com suas notas no Enem e de acordo com os critérios determinados pela instituição de ensino.