5 Dicas Para Aprender A Tocar Qualquer Novo Instrumento

Aprender um novo instrumento pode ser uma coisa muito, muito boa para quem já toca algum instrumento há um tempo e se essa um músico.

Isso vai permitir que você se afaste do instrumento principal e volte a tocar ele com uma nova perspectiva e inspirará novas ideias de composição para o instrumento principal que você provavelmente não teria.

Se você se aprender e se aperfeiçoar em um segundo instrumento, poderá usá-lo para obter mais músicas e habilidades.

Embora aprender um novo instrumento possa ser muito mais fácil depois que você já tem um histórico musical, tornar-se um multi-instrumentista pode ser algo desafiador.

Aqui estão algumas boas dicas que vão ajudar você a desenvolver suas habilidades em alguns instrumentos diferentes.

1. Comece devagar e seja paciente

Uma vez que conhecemos a sensação de proficiência em um instrumento, é difícil lembrar como era ser iniciante.

Muitas vezes, quando você pega um novo instrumento no qual não é proficiente, pode ser frustrante ser incapaz de executar as ideias que você projeta na sua cabeça que você pode facilmente executar no seu instrumento principal.

Nesse cenário, a resposta instintiva é tentar forçar as ideias e se pressionar a tocar além dos seus limites no novo instrumento.

Essa é uma abordagem muito arriscada; na melhor das hipóteses, você desenvolverá muitos maus hábitos e, na pior das hipóteses, poderá apresentar lesões no desempenho que possam restringir sua capacidade de desenvolver seu novo instrumento e possivelmente danificar suas habilidades no seu instrumento principal.

Vá devagar. Você é iniciante de novo!

Toque suas escalas em ritmos mais lentos treine repetidas vezes até cansar de ouvir as mesmas notas…

Lembre-se: tudo é questão de muito treino!

2. Use seu conhecimento técnico existente

Se você estiver tocando um instrumento da mesma família ou semelhante ao seu instrumento principal, provavelmente haverá algumas similaridades nas técnicas.

Você pode usar esse conhecimento técnico para ajudá-lo a se desenvolver mais rapidamente em seu novo instrumento.

Obviamente, se você é um clarinetista que está tentando aprender bateria, por exemplo, ou um baixista que está tentando aprender gaitas de foles, com certeza as técnicas serão bem diferentes.

Escolher um novo instrumento que tenha semelhanças com o instrumento principal, dessa forma, a aprendizagem será mais rápida.

Por exemplo, muitos violinistas aprendem facilmente a tocar o baixo ou a viola.  Os saxofonistas pegam rápido a manha da flauta. Já os bateristas aprendem percussão naturalmente. Os guitarristas aprendem baixo.

É o tema mais técnico que você precisará desenvolver em seu novo instrumento, aproveitando algumas das habilidades que já possui.

Artigo relacionado: Aula de Acordeon

3. Estude e relacione a teoria da música

Tudo o que você sabe sobre teoria musical pode e deve ser aplicado a qualquer instrumento que você escolher.

Seu conhecimento da teoria musical provavelmente permitirá que você compreenda muitos conceitos mais rapidamente a respeito do novo instrumento musical.

Depois de ter uma ideia geral de como seu novo instrumento funciona, deve ser um processo bastante simples usar o conhecimento que você aprendeu em um instrumento diferente para começar a descobrir escalas, acordes ou arpejos básicos em seu novo instrumento.

Quando você começar a entender isso, não deve ser muito difícil começar a escolher músicas ou partes de músicas que você aprendeu no seu outro instrumento para tocar nesse novo.

Novamente, começar devagar é essencial, mas seu desenvolvimento em um novo instrumento será drasticamente acelerado se você já tiver um histórico de teoria musical.

Você também descobrirá que passar por esse processo também fortalecerá sua compreensão da teoria. Como você ainda não possui formação prática nesse novo instrumento, seu cérebro vai buscar o conhecimento teórico que desenvolveu no instrumento anterior.

4. Entre em um grupo de tocadores!

Tocar com outras pessoas é uma das maneiras mais rápidas de melhorar seu aprendizado. Você provavelmente percebeu isso assim que começou a tocar seu primeiro instrumento.

Depois de ter tempo para desenvolver seu instrumento secundário, a primeira coisa que você deve fazer é tentar se envolver com um grupo.

Pode ser um pouco estressante tentar se juntar a uma banda quando você não está totalmente desenvolvido em seu novo instrumento, mas se você encontrar um grupo de iniciantes, será muito divertido.

5. Faça aulas práticas e teóricas

Isso é um pouco óbvio, mas ainda assim, muitos tentam aprender sozinhos e acabam pulando algumas lições importantes.

Aprender com um bom professor permitirá que você domine qualquer instrumento com mais rapidez e eficiência.

Ter alguém para guiá-lo e mostrar-lhe como evitar maus hábitos desde o início, poupará muitos atrasos e reaprendizagem na sua caminhada.

Se você tem um amigo que já domina o instrumento que você está tentando aprender, experimente marcar umas sessões de treino no sábado a tarde! Essa pode ser uma boa maneira de trocar uma ideia com um amigo e aprender algo novo e interessante!

Se você quiser aprender como tocar bateria, é só clicar aqui e ler mais sobre esse conteúdo: Aprender a tocar bateria