Tipos de empreendedorismo: qual o seu perfil?

Muitas pessoas que veem o mundo do empreendedorismo de fora costumam pensar que todo tipo de empreendedorismo é igual, e muitos podem estar deixando de ganhar a vida com o que gostam por receio dos trâmites e do que escutam por relatos de empreendedores de outras áreas.

No post de hoje você vai conhecer mais de perto a variedade de perfis empreendedores, como cada um se organiza, seus benefícios e desafios e como se preparar para eles.

O empreendedorismo hoje

, Tipos de empreendedorismo: qual o seu perfil?

A variedade de tipos de empreendedorismo que temos hoje está diretamente ligada à vontade cada vez maior de buscar autonomia financeira, experiências de vida e desafios criativos, afinal, o próprio conceito de ‘enterpreneur’ se refere à ‘criador’. E, de fato, empreender se torna cada vez mais um desafio de originalidade e dinâmica.

No Brasil, especialmente com a chegada da pandemia, muita gente buscou meios de driblar a crise e se lançou no empreendedorismo, que hoje em dia já responde por mais de 30% do PIB, um número de respeito e que só vem crescendo. Entre esses empreendedores existe muita história, paixões e também diferentes perfis de empreendimento.

Os tipos de empreendedorismo

Para começar a empreender do zero é importante conhecer os diferentes tipos de empreendedorismo e ser capaz de identificar qual é a modalidade que mais se conecta com seu estilo de trabalho e suas aspirações, para garantir não só o sustento, mas também a realização profissional.

1. Empreendedorismo individual

O empreendedorismo individual é, sem dúvidas, o tipo de empreendimento que mais nasce em todo o Brasil, representando a esmagadora maioria dos negócios ativos hoje.

Desde 2008 o empreendedor individual ganhou um regime próprio, o chamado MEI (Micro Empreendedor Individual), com uma variedade de categorias de atividade econômica, que pode ir desde artesões, professores particulares, prestadores de serviços, pequenas lojas e mais dezenas de outras categorias que oferecem direitos para muitos profissionais.

Criar um MEI não custa nada e você pode contar com diversos benefícios:

– Regularizar sua situação, podendo emitir nota e contar com CNPJ;

– Ter isenções importantes para conseguir reservar capital de giro e planejar a expansão;

– Ter direitos previdenciários;

– Acesso a produtos financeiros, como créditos.

O empreendedor individual costuma ser o primeiro passo de grande parte dos cases de sucesso que conhecemos diariamente, com flexibilidade para quem quer se expandir e se especializar. Diversas instituições dão cursos e fomentos para MEIs avançarem em seus negócios.

2. Empreendedorismo informal

, Tipos de empreendedorismo: qual o seu perfil?

O empreendedorismo informal também cresce cada dia mais, especialmente pela necessidade de muitas famílias, que para contornar as contribuições e tributos do MEI, acabam se arriscando a empreender seu nenhuma formalidade, abrindo mão de direitos previdenciários, de crédito, emissão de nota e outros recursos importantes.

A maior parte dos empreendedores informais são prestadores de serviços a domicílio, freelancers, donos de barraquinhas de rua ou mesmo trabalhadores que não celebram contrato trabalhista em uma empresa.

Os riscos desta modalidade são grandes, e o ideal é migrar para o regime MEI para não correr riscos e sanções legais.

3. Empreendedorismo digital

A expansão do acesso aos ambientes virtuais criou um enorme leque de oportunidades para diferentes tipos de profissionais, viabilizando o trabalho remoto, o freelancing através de plataformas, profissionalizando a produção de conteúdo e criando um jeito completamente novo de consumir bens.

Entretenimento, infoprodutos, serviços personalizados, cursos online; a internet proporcionou diversas oportunidades para empreender, consumir e também para contratar serviços de otimização por parte de empresas com pouco capital mas visão, como auditorias, contabilidade digital, suporte de gestão empresarial e diversos outros implementos importantes.

Empreender digitalmente é um dos principais caminhos, especialmente em momentos de transformação digital, distanciamento social e advento de poderosas ferramentas de marketing.

Editores de áudio, vídeo e imagem, designers, produtores de conteúdo, profissionais de marketing, técnicos, programadores, desenvolvedores, operadores de e-commerce, profissionais do SEO, influenciadores, a gama de oportunidades é enorme, e a maior parte dos mercados nos quais vale a pena se investir hoje vêm do mundo digital.

Para ingressas nesse universo, as portas estão abertas através de cursos profissionalizantes, uma vez que praticamente todas as áreas estão em expansão e têm uma demanda imensa por profissionais.

4. Empreendedorismo cooperativo

Agora imagine unir uma série de competências importantes para prestar grandes serviços que dificilmente poderiam ser realizados sozinho. O empreendedorismo cooperativo é de onde muitas iniciativas que demandam uma variedade técnica surgem.

Muitas vezes grandes ideias nascem exigindo um bom aporte de capital, que pode ser socializado entre amigos, profissionais relacionados ou pessoas que acreditem em um empreendimento e queiram ajudar, aprender e se especializar no setor.

O empreendedorismo digital é um dos grandes exemplos onde cada dia mais empreendimentos surgem, unindo diversos talentos que talvez sequer se conheçam pessoalmente.

Poder dividir investimentos, lucros e prejuízos, responsabilidades e ideias ajuda a superar o receio e os riscos de empreender individualmente.

Mas para garantir a segurança e equidade de todas as partes, é muito importante formalizar legalmente seu empreendimento.

5. Empreendedorismo franquiado

, Tipos de empreendedorismo: qual o seu perfil?

Você certamente deve conhecer diversas franquias, que vão muito além de praças de alimentação de shoppings; serviços, bens de consumo, soluções técnicas, cosméticos e muitos empreendimentos franquiados fazem parte do mercado.

A franquia empresta sua popularidade, sua imagem, a garantia de um bem que o cliente já conhece ou tem curiosidade de conhecer, contando com um início geralmente mais ágil.

Mais importante é que a franquia oferece um know-how importante para gerenciar o fluxo de trabalho, organizar o layout do ambiente, fazer marketing e atender os clientes, ajudas que podem ser fundamentais especialmente para quem está começando a empreender ganhar experiência com empresas consolidadas em suas técnicas.

Uma questão sobre as franquias é que algumas podem ter grandes exigências, limitar a atividade profissional a apenas um tipo de atividade e podem cobrar taxas ou participação.

6. Empreendedorismo social

O empreendedorismo social é uma modalidade que também conta com bastante diversidade. Seu foco, diferente dos demais, não é acumular lucro, mas sim manter atividades que sejam importantes para um grupo social, um ambiente e sua comunidade.

Talvez as ONGs sejam os exemplos mais importantes do empreendedorismo social: muitas delas empreendem para manter suas atividades, mas contam com uma equipe profissional. ONGs educacionais, por exemplo, costumam promover atividades culturais, vender produtos, artes, organizar eventos e afins para que suas atividades possam se financiar.

Comunidades podem reunir diferentes tipos de profissionais para diversificar sua atividade e alcance, como é o caso de diversas ONGs que dão visibilidades a artistas e outras categorias de profissionais. Muitas ONGs exportam seu modelo para ajudar diferentes localidades, promover atividades beneficentes e ajudar a inovar empreendimentos através do compartilhamento gratuito de técnicas e recursos.

Outros tipos de instituição, como comunidades religiosas, iniciativas públicas, prefeituras, escolas e também braços de empresas que buscam incentivar inovação, caridade e princípios sociais.

O empreendimento social é guiado pela manutenção e expansão de uma causa, e esse tipo de expansão nem sempre depende de lucro, já que muitas iniciativas possuem patrocínio, têm pessoas fazendo doações, outras que trabalham voluntariamente. Esse tipo de empreendimento permite, em muitos casos, a criatividade com menores riscos econômicos e maior impacto social.

Gostou de conhecer essa diversidade de oportunidades para empreender? Agora é hora de investir em capacitação profissional para aproveitar as melhores oportunidades. Na Unova Cursos você escolhe seu destino profissional e aqui em nosso blog, encontra discussões, dicas e tendências para empreender e se especializar!

, Tipos de empreendedorismo: qual o seu perfil?

Formado em Administração, MBA em Logística Empresarial.  Sócio e Diretor da Unova Cursos, empresa especializada em Educação à Distância, Cursos Online. Com sede em Goiânia, fundada em 2010.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *