As 5 perguntas e respostas sobre Bullying que você precisa saber

Segundo pesquisas, 1 entre 10 alunos de escolas públicas e particulares já foram vítimas ou ainda são de Bullying. O Bullying é um termo em inglês para o vocábulo Bully que significa tirano, briguento, valentão para tradução do português.

Muito mais do que uma simples brincadeira de mau gosto, o Bullying engloba violência física e verbal, e muitos casos podem levar a problemas psicológicos e até suicídio, entre outras situações de desajuste no relacionamento social.

O Bullying deve ser combatido e por isso deve ser conhecido a fundo por pais e professores, para que sua prevalência seja sempre a menor possível. Neste artigo, confira as 5 perguntas e respostas sobre Bullying que você precisa saber para lidar com seus filhos, seja vítima ou agressor.

O que é Bullying e como saber diferenciar de uma brincadeira inofensiva?

Bullying é toda agressão intencional, que o agressor age de forma consciente contra outra pessoa de maneira violenta tanto física como verbalmente. O Bullying pode ser aplicado por uma ou mais pessoas de uma vez e repetidas vezes e ter como alvo pessoas que o agressor considere mais fraco, calado e vulnerável.

Geralmente, o Bullying acontece mais em locais como escolas, onde pares, ou seja, alunos de vários níveis compartilham o ambiente e pode haver conflitos. Para que um conflito se caracterize como Bullying, é preciso que haja violência de algum tipo. Portanto brincadeiras como apelidos e piadas não são necessariamente Bullying, principalmente se as pessoas em questão são amigos. 

Quando o Bullying começou?

O Bullying sempre existiu, portanto não é algo novo, que surgiu recentemente, porém o termo no Brasil se tornou mais popular depois de alguns casos graves e de no mundo, o problema ter se tornado quase como uma epidemia.

Dados de 2017, mostram que no Brasil, o percentual de Bullying nas escolas é de 43% e no mundo, metade dos jovens já passaram por algum tipo de violência física ou verbal e continuada por um tempo, dentro das instituições de ensino.

O país com mais queixas de Bullying no mundo é Portugal, seguido dos Estados Unidos. Para os administradores de ensino como diretores escolares, 28% concordam e afirmam que o Bullying é hoje um dos maiores desafios nas escolas de todo país.

O que leva pessoas a praticarem o Bullying?

leva pessoas a praticarem o Bullying

Existem muitos motivos que fazem um aluno se tornar um agressor. Problemas familiares, envolvimento com drogas e bebidas alcoólicas e até traços psicológicos de sociopatia, podem ser os motivos mais comuns para definir um agressor de Bullying.

Mas também narcisismo e inveja, também são traços de caráter e personalidade que fazem de um jovem agressor, pelo simples fato de se achar sensacional e popular, e para isso, querer humilhar outras pessoas para se sentir mais importante.

Inveja das conquistas do outro, também podem fazer o agressor querer ver a derrota do outro, apenas por não ser capaz de atingir os mesmos resultados.

Quais as consequências do Bullying para a vítima?

O Bullying pode afetar seriamente a vida das vítimas, a ponto de muitas não conseguirem se erguer ao longo da vida adulta e algumas colocarem fim em suas vidas, ainda na adolescência, por não encontrar saída para resolver o problema com o agressor de forma amigável.

Geralmente o abuso verbal é até mais maléfico que o físico, já que palavras de depreciação podem levar jovens a depressão extrema. É de suma importância que os pais e professores estejam atentos a qualquer vestígio de que o aluno esteja enfrentando dificuldades na escola, auxiliando-o e até, se necessário, mudando de instituição em prol da saúde e bem estar física do jovem.

Curso Gratuito Online sobre Bullying na FBV Cursos

O Bullying é um assunto cada vez mais discutido dentro e fora de sala de aula, e para profissionais da educação e pais que desejam estar mais informados e preparados para o assunto, façam o Curso Gratuito Online Bullying na FBV Cursos que dará conteúdo de qualidade e completo sobre o tema e irá capacitá-los para entender e ajudar vítimas de Bullying.

Gostou deste artigo? Deixe seu comentário e confira mais artigos aqui no blog.