O que vender em época de pandemia: conheça alguns nichos com maior potencial para sua loja virtual

A crise do novo coronavírus trouxe muitos problemas econômicos. No entanto, o setor de vendas digitais conseguiu manter o ritmo, especialmente quem entendeu o que vender na pandemia.

Isso porque a crise traz uma série de oportunidades de vendas digitais para quem entender as demandas típicas da época. Para se ter noção, a expectativa é que o setor de vendas digitais ultrapasse os R$100 bilhões em 2020.

Por isso, é essencial entender o que vender em época de pandemia para manter a sua loja com bons resultados, mesmo que isos exija adaptar um pouco o seu foco de atuação.

Quer saber o que fazer? Então siga a leitura do artigo abaixo!

Máscaras são uma boa ideia de produto para se vender na sua loja virtual

Um dos principais itens a se vender na pandemia, claro, são as máscaras de proteção. Elas são muito procuradas pelas pessoas, especialmente se feitas com tecidos bonitos ou customizáveis.

É importante, no entanto, que elas sejam feitas seguindo as recomendações de um estudo da OMS. De acordo com a organização, as máscaras devem ter, no mínimo, três camadas de tecido. A camada exterior deve ser resistente à água (poliéster, por exemplo), a do meio deve ser de um material sintético que funcione como um filtro (polipropileno) e a camada interior deve ser de algodão.

As máscaras são lucrativas pois cada pessoa precisa, pelo menos, de dois jogos de cinco máscaras. Por exemplo, quem tiver de sair na rua durante a pandemia precisará de uma máscara a cada 2 horas. Se a pessoa trabalhar por 8 horas, precisará de 4 máscaras, mais uma para o período no transporte.

Quando chega em casa, a pessoa deve lavar as máscaras e, por isso, não poderá utilizá-las no dia seguinte. Logo, são no mínimo dois jogos de 5 máscaras para cada pessoa.

Outros itens de higiene para lojas virtuais venderem na pandemia

Além das máscaras, outros itens de cuidados com a higiene podem ser lucrativos nesse momento. Por exemplo, podemos citar:    

  • álcool gel 70%;
  • kit com itens antissépticos (gel, sabonete, etc.);
  • desinfetantes caseiros;
  • nebulizadores e inaladores.

Esses itens são procurados pois as pessoas estão com cuidados extras nesse momento de pandemia. Por isso, podem gerar um bom lucro.

Itens de decoração estão em alta para vendas online

Um cenário comum para muita gente nessa pandemia é que as pessoas estão ficando mais tempo em casa do que o normal. Por causa disso, notam que o lar precisa de um ajuste, especialmente decorativo.

A razão é simples: quando ficamos mais tempo em casa, começamos a perceber pequenos problemas com o nosso lar. É aquela luminária que poderia ser mais bonita, aquela parede que poderia receber um quadro ou uma decoração que falta na estante da sala.

São detalhes que não percebíamos antes por passar menos tempo em casa ou, no mínimo, não tínhamos tempo para resolvê-los. Agora, no entanto, estamos o tempo todo sem sair e fica mais difícil lidar com esses problemas.

Por causa disso, muita gente tem corrido para a Internet em busca de itens decorativos para a casa. O Mercado Livre, por exemplo, revela que o seu setor de Casa & Decoração teve um aumento de vendas de 84% nesse período de quarentena em relação a 2019.

Por isso, quem tem contatos com fornecedores ou condições de .

Comida é sempre uma boa ideia para vender na sua loja virtual

Uma solução para pode empreender em casa nessa pandemia tem sido a venda de comida caseira de todos os tipos, especialmente graças a aplicativos como o Rappi, iFood ou Uber Eats. Isso porque esses apps permitem que pequenos cozinheiros possam competir com grandes restaurantes.

O setor com mais vendas dentro do reino alimentício foi o de doces. Brigadeiros, bolos e todos os tipos de sobremesas têm vendido muito no mercado, uma vez que as pessoas acabam comendo um pouco mais quando estão em casa (seja por tédio, seja por ansiedade).

Outra ideia com muita demanda é a de comidas saudáveis. As pessoas podem encontrar alguma dificuldade para manter a dieta na quarentena, especialmente aquelas que almoçam como vale-alimentação do trabalho.

Por isso, quem souber como elaborar uma boa dieta saudável e nutritiva ou contratar um nutrólogo pode se beneficiar e vender para esse público durante a quarentena.

, O que vender em época de pandemia: conheça alguns nichos com maior potencial para sua loja virtual

O que você precisa ter para alavancar suas vendas durante a pandemia?

Além de produtos com grande demanda, como os citados acima, é necessário que você se adapte adequadamente para vender nessa pandemia.

Isso significa contar com os serviços de pessoas especializadas na criação de sites profissionais, com plugins de e-commerce e com todas as certificações de segurança.

Mesmo que a sua loja virtual já esteja funcionando há muito tempo, vale a pena reestruturá-la para lidar com a demanda aumentada da quarentena. Para se ter uma noção, o crescimento do setor de e-commerce no Brasil mais do que dobrou em relação ao ano passado. Por isso, é essencial ter uma estrutura robusta para poder lidar com isso, caso você queira pegar os segmentos de maior demanda na pandemia.

Além disso, você precisará de uma boa estratégia de marketing para divulgar os seus produtos na Internet e conseguir as vendas que precisa para se manter com lucro no mercado.

A pandemia tornou urgente a necessidade de investir em marketing para conseguir se destacar e conquistar um fluxo estável de consumidores.

E aí, gostou de aprender o que vender na pandemia? Agora é só colocar a mão na massa e produzir esses itens para vendê-los na quarentena.

Gostou do conteúdo? Então não esqueça de deixar um comentário abaixo com a sua opinião!